Pular para o conteúdo

Turismo

- Botelhos

Conheça os pontos turísticos de Botelhos (MG)

22 de abril de 2024

A loja ABC da Construção possui as melhores ofertas e promoções semanais para construir ou reformar. São diversos itens com preços acessíveis, para deixar qualquer ambiente mais sofisticado. ABC da construção fica na Av. Ver. Nelson Elias, 1355 na entrada de Guaxupé, no Japy. Tel/whats (35)3406-2497.

Museu Histórico, Geográfico e do Café de Botelhos

Botelhos é dos poucos municípios onde você pode conhecer a história do café, produto responsável pelo desenvolvimento da maioria das cidades. O próprio imóvel que abriga o Museu Histórico, Geográfico e do Café de Botelhos, construído há 128 anos, já faz parte da história, sendo mais antigo que o Município. O acervo do Museu é composto por mais de objetos, alguns utilizados na cultura do café datam de 1880. A Sala dos Escravos, guarda documentos e objetos da época, como escrituras de compra e venda de escravos.

 

Mirante do Cristo

Inaugurado em 1982, o mirante do Cristo é um cartão postal de Botelhos, de onde o visitante pode apreciar a vista em ângulo de 360 graus.

 

Obras do artista Adélio Sarro na Igreja Matriz

A Igreja Matriz de São José está situada na Praça Gabriel Botelho. Construída em estilo moderno, no início dos anos de 2000, abriga em seu interior algumas obras do renomado artista internacional Adélio Sarro. Os painéis em alto relevo, feitos de concreto armado e fixados nas paredes do altar, retratam figuras bíblicas, em tamanho natural e fazem parte das atrações para serem vistas em Botelhos.

 

Pegada do Garrincha no Esporte Clube Guanabara

O que o famoso jogador de futebol Garrincha tem a ver com Botelhos? Além dos muitos fãs do passado, ficou eternizada a sua passagem na cidade, quando ele deixou a marca do seu pé esquerdo impressa no cimento da arquibancada do Esporte Clube Guanabara. Neste dia, o craque entrou em campo, acompanhado do então também famoso Djalma Santos, ambos vieram participar da inauguração da arquibancada. Foi um grande acontecimento, no dia 30 de agosto de 1980.

 

 

Muro de Pedra

Um dos mais importantes resquícios da escravidão em Botelhos é o muro de pedras construído por escravos, nos anos de 1800. Pertence a uma propriedade particular, a antiga Fazenda Cachoeira, a 1ª de Botelhos,  onde pode se ver também ainda vestígios de uma senzala.

 

Represa da Graminha em Palmeiral

A represa Graminha, no distrito de Palmeiral, passou a integrar a paisagem de Botelhos na década de 1960 e é outro cartão postal de Botelhos.

 

Cachoeira em São Gonçalo

Botelhos possui muitas cachoeiras em seu entorno. Uma das mais belas é a cachoeira no distrito de São Gonçalo.

 

Coreto Art Deco

Na Praça Gabriel Botelho, a principal da cidade está o coreto construído no estilo art déco, na década de 1930. Durante os anos de 1940 e 1950, foi palco de apresentações das antigas bandas de músicos que animavam a população, que passeava pela praça.

 

Casa do Artesão

O artesanato feito com resíduos de café e com a fibra da taboa são lindas lembranças para levar de Botelhos

 

Jequitibá

O majestoso jequitibá da Fazenda Sertãozinho é uma atração que vem projetando Botelhos para todo o Brasil. A árvore virou símbolo e se tornou um cenário muito procurado para fotografias.

 

Praça Gabriel Botelho

No centro da cidade, a Praça Gabriel Botelho é um local agradável para um passeio ou descanso. Revitalizada pela Prefeitura, no início do ano, mantém a sua volta um conjunto arquitetônico da década de 1920, como a Casa Paroquial, a Casa de Cultura Rômulo Chiacchio, os imóveis onde estão o Restaurante Casarão e o Pios Café, além do imóvel do Museu, que data de 1880 e o Coreto em art déco, da década de 1930.