Pular para o conteúdo

Polícia & Bombeiros

Polícia Militar de Minas Gerais localiza foragido da justiça nos Estados Unidos

3 de maio de 2024

 

Ação da Diretoria de Inteligência da instituição contou com apoio do CAOCRIM/MPMG, da Polícia Federal (PF), da Interpol e do Departamento de Segurança Interna dos Estados Unidos (Homeland Security)

Um foragido da justiça, na lista dos mais procurados de Minas Gerais foi preso nesta quarta-feira (01), nos Estados Unidos, após sistemático acompanhamento da Diretoria de Inteligência (DINT), da Polícia Militar de Minas Gerais (PMMG). A ação contou com apoio do CAOCRIM/MPMG, da Polícia Federal (PF), da Interpol e do Departamento de Segurança Interna dos Estados Unidos (Homeland Security).

Alvo prioritário elencado na lista do Ministério Público de Minas Gerais, através do programa MPMG BUSCA, o foragido era vereador na cidade de Novo Cruzeiro, em Minas, e gozava de grande confiança da população local, quando se envolveu com o tráfico de drogas na cidade. Ele, inclusive, utilizava de veículos oficiais para a prática do referido crime.

Após emissão do mandado de prisão, o autor fugiu com a esposa, então funcionária da prefeitura, e seus quatro filhos. Ações de inteligência resultaram em detectar, inicialmente, rastros da família em Sorocaba, São Paulo.

Após acompanhamento pela inteligência da PMMG, verificou-se que o foragido viajou para os EUA somente com a esposa e o filho menor, deixando os demais em Sorocaba, sendo inserido na lista de difusão vermelha da Interpol pelo poder judiciário local. Após inserção na lista vermelha, a Diretoria de Inteligência da PMMG passou a interagir com a Interpol, informando-os das localizações do alvo em solo americano.

Em um primeiro momento, o homem foi identificado na cidade de Sacramento, na Califórnia/EUA e, após nova fuga, foi preso, em situação de ilegalidade, na cidade de Sandy, em Utah/EUA, pelo Departamento de Segurança Interna dos Estados Unidos (Homeland Security). A deportação poderá ser realizada oportunamente pelas autoridades Americanas.

A operação exemplifica a ênfase da Polícia Militar de Minas Gerais (PMMG) em sua macrovisão estratégica de atuação (Polícia Orientada pela Inteligência).